Itallo e Matheus – Meu coração é cigano/Vem me amar/Ô de casa, ô de fora
16244 views

Meu coração é cigano

Mais uma noite que vem
E eu aqui sem ninguém
O coração no sufoco, de amor quase louco
Eu chamo e ela não vem

Mas toda noite é assim
Ela nem lembra de mim
Eu sozinho nesta casa, a solidão me arrasa
A vida tá tão ruim

Meu coração é cigano
Mas é cigano acampado
E quando ele se apaixona, bate um toco e baixa a lona
E vira burro empacado

Meu coração é cigano
Mas é cigano acampado
E qualquer hora ele empaca, eu chuto o pau da barraca
E deixo o coração de lado

Vem me amar

Vem, vem me amar
Que eu estou a te esperar
Vem, vem me amar
Que eu estou a te esperar

A gente se entrega

Estou ficando louco apaixonado
Coração tá machucado de tanto levar pancadas de amor
Saudade parece cerveja quente com veneno de serpente
Doida pra matar a gente, a saudade é um terror

Saudade é tempestade no deserto
Se não tem amor por perto mata igual um tiro certo
No coração

Saudade é uma doença matadeira, castigo de feiticeira
Segue a gente a vida inteira e anda junto com a paixão
Saudade é uma doença matadeira, castigo de feiticeira
Segue a gente a vida inteira e anda junto com a paixão

A gente se entrega
A gente se entrega
Chora sem querer
A gente se entrega
A gente se entrega
Pisa na bola e não vê

Ô de casa, ô de fora

Eu agora estou vivendo
O amor que pedi pra Deus
Ela entrou em minha vida
Completou os sonhos meus

Depois que ela chegou
Nessa casa ninguém chora
Tenho todo o amor do mundo
Ô de casa, ô de fora

Ô de casa, ô de fora
Se for a saudade mande embora
Diga que a felicidade
Pôs a solidão pra fora
Ô de casa, ô de fora
Se for a saudade mande embora

Publicidade


Nossa Playlist