Padre Ezequiel dedica música “Estrelinha” para Augusto Liberato
Divulgação/Reprodução

Padre Ezequiel dedica música para Augusto Liberato e desabafa “Gugu marcou a vida de muita gente, inclusive a minha, Estrelinha fala sobre a partida de uma pessoa querida e como lidar com a saudade”.

Com a triste notícia sobre a partida de Augusto Liberato, Padre Ezequiel dedica sua música “Estrelinha”, que faz parte do DVD “Despertar”, como uma homenagem ao apresentador, que faleceu ontem, dia 22 de novembro.

A faixa fala sobre a dor das pessoas diante da partida de quem se ama. “É uma música para todas as pessoas e pode curar muitas pessoas, que não aceitam e não conseguem lidar com a morte do outro”, explica Ezequiel. Ainda sobre a dor coletiva de milhares de pessoas, padre Ezequiel completa: “O Gugu marcou a vida de muita gente, inclusive a minha, com sua presença marcante, carisma singular e seu jeito comunicativo de ser, nos vários programas da TV brasileira. Deixa boas lembranças e saudades. A música é para todos os que choram sua morte, mais uma Estrelinha no céu”.

Mas o que faz o sacerdote da Diocese de Caxias do Sul (RS), que já lançou 7 CDs e 2 DVDs. Ele diz coisas que poucos padres se atrevem, como “Deus não castiga e nunca castigou”, “Deus não permite o mal”, “Deus nunca deu cruzes pra ninguém” e “Deus não marca a hora da morte”.

O Padre Ezequiel também afirma que “oração não é para convencer a Deus de fazer algo, mas sim para perceber sua atividade já acontecendo” e que “o esperar em Deus não é ficar sentado no sofá, mas sim na confiança que faz com que assumamos a nossa parte”.

Confira abaixo “Estrelinha” de Padre Ezequiel em homenagem a Gugu.

Publicidade



Nossa Playlist